Um pouco da coleção de inverno

Sopro

Como vento esculpe a areia, com suavidade, modifica uma paisagem, de forma orgânica, natural.Assim é o inverno Carol Nasser, um sopro. Um sopro de criatividade, um vento seco, mais seco menos romântico, um vento no rosto, novo, fresco, remodelado, modelado manualmente, em exclusivamente técnica de moulage, é o tecido sendo “ouvido Sentido”, seu caimento reparado sendo olhado, interpretado, entendido, e executado. Tema?? São tantos e nenhum, a criatividade é uma força, um sopro, um minuto, vem de dentro, emerge se faz, como vezes surge do nada ou de algo que inspira, mas as vezes é o conjunto do todo, vem da alma, da essência do ser, dos sentimentos, emoções, nem sempre explicáveis, não em palavras.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: